segurança

Cirurgias em Cuba usadas para "turismo sexual"

Cirurgias em Cuba usadas para "turismo sexual"

João Nabais, ex-autarca do Alandroal, começa a ser julgado, a 21 de fevereiro, por 207 crimes de peculato. É acusado de ter feito 120 viagens "para exclusiva satisfação do seu interesse lúdico".

A maioria das viagens (89) diz respeito a deslocações e pernoitas em Lisboa, enquanto as restantes tiveram por destinos os Açores e a Madeira e, sobretudo, o estrangeiro. Para a acusação, "não contribuíram nem eram suscetíveis de contribuir para a satisfação dos interesses do município". O seu principal e verdadeiro motivo, segundo o Ministério Público (MP), prendia-se com o gosto do ex-autarca do PS, derrotado nas eleições de 2009, por viagens, "diversão noturna" e "turismo sexual".

Ler mais na versão e-paper ou na edição impressa

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG