assalto

Desmantelado grupo suspeito de assaltos e tentativa de homicídio

Desmantelado grupo suspeito de assaltos e tentativa de homicídio

A Polícia Judiciária informou, esta quinta-feira, que desmantelou um grupo "extremamente perigoso" suspeito de crimes de assaltos à mão armada e tentativa de homicídio, numa operação em Loures, Sintra, Santarém, Vila Franca de Xira e Torres Vedras.

Segundo um comunicado divulgado esta quinta-feira, a PJ diz que desencadeou na quarta-feira, em articulação com Unidade Nacional Contra Terrorismo, Diretoria de Lisboa e Vale do Tejo e o Departamento Central de Investigação e Ação Penal, uma operação que visava a localização e desmantelamento de um "gang" suspeito da tentativa de homicídio, roubo, ofensas corporais, detenção de armas proibidas e recetação, entre outros crimes.

O grupo desmantelado, descreve a PJ, era constituído por indivíduos "extremamente perigosos, com vastos antecedentes criminais, possuidores de diversas identidades falsas e de larga experiencia na área da criminalidade especialmente violenta".

"Dedicavam-se reiteradamente à prática de crimes de roubo à mão armada atuando de forma indiferenciada na prática de crimes de "carjacking", ao roubo de estabelecimentos comerciais, roubo na via pública, e ainda ao roubo a carrinhas de transporte de valores e a viaturas de transporte de tabaco", refere a PJ.

O grupo está, até agora, indiciado da prática de 52 assaltos em janeiro, tendo chegado a realizar dez assaltos em apenas 48 horas e ao longo de 500 quilómetros, atuando nas Caldas da Rainha, Espinho ou Castelo Branco.

"Estas ações criminosas eram sempre acompanhadas de ofensas corporais graves contra todo o tipo de vítimas, do sexo masculino ou feminino, incluindo idosos, com utilização de armas de fogo, recordando-se a este respeito os 35 disparos efetuados em menos de um minuto contra uma Carrinha de Transporte de Valores, com recurso a armas de calibres diversos, uma das quais uma metralhadora de assalto", acrescenta a PJ.

No âmbito desta operação policial, todos os oito elementos do "gang" foram detidos, dois dos quais estavam há vários anos em fuga à Justiça. Estes suspeitos vão ser hoje presentes a tribunal.

Além disso, foram ainda apreendidas armas de fogo e munições proibidas, elevadas quantidades de ouro, viaturas de alta cilindrada e objetos de luxo diversos.