secretas

Diretor-adjunto do SIED foi demitido

Diretor-adjunto do SIED foi demitido

O diretor-adjunto do Sistema de Informações Estratégicas de Defesa e o diretor do Departamento Comum de Segurança foram afastados de funções, dois dias após ser conhecida a acusação do "caso das secretas".

O diretor-adjunto do Sistema de Informações Estratégicas de Defesa (SIED) foi demitido, na terça-feira, pelo secretário-geral do Sistema de Informações da República Portuguesa (SIRP), segundo um comunicado oficial divulgado esta quarta-feira.

Já hoje foi também afastado de funções, a seu pedido, o diretor do Departamento Comum de Segurança do SIRP, acrescenta o texto enviado pelo gabinete do secretário-geral do SIRP, Júlio Pereira.

O comunicado não faz referência a nomes, mas na página na internet do SIED consta o nome de João Bicho como diretor-adjunto daquele serviço desde agosto de 2010.

As demissões são conhecidas dois dias depois de o Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP) de Lisboa ter acusado três arguidos no "caso das secretas".

São eles Jorge Silva Carvalho, ex-diretor do SIED, Nuno Vasconcellos, presidente do grupo Ongoing, e João Luís, antigo diretor do Departamento Operacional do SIED.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG