segurança

Dois dos nove detidos no Parlamento vão a julgamento em processo comum

Dois dos nove detidos no Parlamento vão a julgamento em processo comum

Dois dos nove detidos na manifestação de quarta-feira, junto do parlamento, vão ser ouvidos em processo comum, determinou esta quinta-feira a juíza Conceição Moreno do Tribunal de Pequena Instância Criminal de Lisboa.

Um dos arguidos que vai ser julgado em processo comum é o mais velho dos detidos, um homem de 64 anos.

As primeiras decisões da juíza foram conhecidas já depois das 19 horas.

As acusações do Ministério Público contra os nove arguidos chegaram ao Tribunal cerca das 16 horas, tendo a juíza começado a analisá-las por volta das 17 horas, segundo uma funcionária do Tribunal.

Os nove detidos respondem por desobediência, resistência e coação a agentes da autoridade e danos.

Entre os nove detidos, todos do sexo masculino, com idades compreendidas entre os 20 e os 64 anos, encontra-se um italiano, tendo os restantes nacionalidade portuguesa, um dos quais é sindicalista.

Depois de detidos na quarta-feira, a polícia encaminhou-os para as esquadras de Penha de França, Calvário e Monsanto determinando que hoje fossem presentes ao juiz para julgamento ou aplicação de medidas de coação.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG