segurança

Ex-diretor preso por burla de meio milhão a associação de mobiliário

Ex-diretor preso por burla de meio milhão a associação de mobiliário

O ex-diretor da APIMA Rui Ramos foi preso anteontem pela PSP e vai cumprir os sete anos de cadeia a que tinha sido condenado há três anos e meio por desviar mais de meio milhão de euros da associação.

A detenção, no cumprimento de mandados das Varas Criminais do Porto, aconteceu na Avenida do General Humberto Delgado, em Gondomar, onde reside o antigo diretor-executivo, que foi conduzido ao Estabelecimento Prisional do Porto. Enquanto diretor e economista da Associação Portuguesa da Indústria do Mobiliário e Afins (APIMA) Ramos apropriou-se de 504 mil euros, através de esquemas fraudulentos e foi condenado, em 2011, por burla qualificada, falsificação, ofensa e difamação.

Leia mais na versão e-paper ou na edição impressa.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG