Vítor Baía

Ex-mulher acusa Vítor Baía de furto

Ex-mulher acusa Vítor Baía de furto

Vítor Baía é acusado pela ex-companheira de, na tarde de terça-feira, lhe ter furtado jóias, quadros, dinheiro, televisores, aparelhagem e um computador, na casa que ambos habitavam na zona do Fluvial, Porto.

O ex-futebolista e ex-dirigente do F. C. Porto entrou na habitação quando Elisabete Carvalho se encontrava com o filho, de cinco anos, num treino de futebol e levou vários bens que a ex-mulher considera serem da sua exclusiva propriedade.

Naquele momento, encontrava-se no local uma empregada, a quem Baía pediu para arrumar taças alusivas à sua carreira.

Quando deu conta do sucedido, Elisabete resolveu apresentar queixa-crime por furto e violação de domicílio, confirmou ao JN Sónia Carneiro, sócia no Porto do advogado João Nabais.

O JN tentou contactar Baía, mas sem sucesso. Porém, de acordo com informação recolhida junto de fonte próxima, o ex-futebolista alega que lhe pertencem todos os objetos que foi buscar. No entanto, a ex-companheira diz que desapareceram documentos pessoais.

Vítor Baía, 41 anos, e Elisabete, 32, estão separados há três meses. Apesar de não serem casados, mantêm um litígio relativo às responsabilidades parentais sobre o filho, Afonso, de cinco anos.

Este episódio aconteceu no mesmo dia em que o ex-selecionador Luiz Felipe Scolari explicou as razões pelas quais nunca convocou Baía.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG