segurança

Funcionária do DIAP informava traficante a troco de droga

Funcionária do DIAP informava traficante a troco de droga

A funcionária do Departamento Investigação Acção Penal do Porto envolvida no caso que tem entre os arguidos um chefe da PSP é suspeita de ter passado diversas informações ao cabecilha de uma rede de tráfico a troco de droga.

Sónia Costa será consumidora de heroína e cocaína e foi apanhada em escutas com Aurélio Baptista, traficante na Sé, no Porto, pondo-o a par de processos em que ele e cúmplices estavam implicados. Terá chegado a avisá-lo da iminência de buscas que o iriam visar, aconselhava-o e dizia-lhe como estavam a decorrer as investigações.

Leia mais na edição e-paper ou na edição impressa

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG