segurança

Idosa enfrentou e mordeu ladrão que a quis asfixiar

Idosa enfrentou e mordeu ladrão que a quis asfixiar

A luta contra o ladrão ocorreu cerca das 2.30 horas, no Lugar de Regadas. Maria Luísa acordou sobressaltada quando um desconhecido lhe entrou no quarto, tirou-lhe a almofada e, garante, tentou tapar-lhe a boca com ela.

Apesar de acordar estremunhada com tal cenário, a idosa reagiu de imediato. "Enfrentei-o. Lutei com todas as forças para me libertar. Ele estava a tentar tapar-me a boca com a almofada", lembrou a mulher. Aflita, Maria Luísa usou de todos os meios para se livrar do assaltante que, momentos antes, tinha entrado por uma janela da habitação. "Ele trazia luvas, mas mordi-lhe um dos dedos e depois ele fugiu", adiantou a mulher que, devido à luta que travou, ainda caiu da cama e sofreu algumas escoriações no rosto. A vítima admite que o homem estaria acompanhado, já que o ouviu a dirigir algumas palavras que se destinariam aos cúmplices. Na fuga, o assaltante teve tempo para levar uma bolsa da mulher que continha algum dinheiro e os documentos.

Leia mais na edição e-paper ou na edição impressa.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG