segurança

BCP contra reforma de 174 mil euros de Jardim

BCP contra reforma de 174 mil euros de Jardim

Termina, esta segunda-feira, no Tribunal de Sintra, o prazo para os advogados do BCP e de Jardim Gonçalves se pronunciarem sobre se a redução da reforma milionária do banqueiro pode ser decidida em tribunal arbitral.

O BCP quer obrigar o ex-banqueiro madeirense a baixar a sua pensão mensal de 174 857, 83 euros, e deixar de pagar despesas que incluem quatro seguranças com dois automóveis em regime de exclusividade, os custos de transporte em avião privado e cinco automóveis com dois motoristas.

O valor mensal da pensão pode mesmo ultrapassar os 200 mil euros, uma vez que a companhia Ocidental complementa a reforma do ex-presidente do BCP.

Ler mais na versão e-paper ou na edição impressa

ver mais vídeos