segurança

Brisa paga fortuna a amigo de assessor de Sócrates

Brisa paga fortuna a amigo de assessor de Sócrates

O mandatário de Artur Penedos à Câmara de Paredes, em 2009, recebeu da Brisa 500 mil euros por um terreno avaliado em 9600 euros. Pelo dobro da área a concessionária só pagou 35 mil euros a um vizinho.

Domingos Barros é o dono da Fibromade, empresa de madeiras de Paredes que viu a concessionária do Estado, Autoestradas Douro Litoral (AEDL), representada pela acionista Brisa, expropriar-lhe uma faixa de 953 metros quadrados do logradouro da sua fábrica para alargar o nó da A41 com a A4 (Porto-Amarante).

Como todos os proprietários, este ex-militante do PSD que passou a apoiar o PS, foi notificado da expropriação "urgente" em fevereiro de 2009. A proposta de aquisição amigável foi de 9600 euros, verba que incluía "a valorização de todas as benfeitorias e árvores existentes na parcela", segundo a carta da Brisa.

Leia mais na edição e-paper ou na edição impressa