Incêndios

Detenções de presumíveis incendiários sobem para 58

Detenções de presumíveis incendiários sobem para 58

A Polícia Judiciária anunciou esta quinta-feira uma detenção, em Mangualde, por presumível prática do crime de incêndio florestal, elevando para 58 o número de pessoas detidas durante este ano por envolvimento em fogos.

A Polícia Judiciária, diretoria do Centro, em colaboração com a GNR de Mangualde, deteve um homem de 28 anos, solteiro, suspeito de ter ateado com um isqueiro, três incêndios florestais, no concelho de Mangualde, nos passados dias 8, 15 e 31 de Agosto que consumiram vários hectares de floresta.

Segundo a Polícia Judiciária, o suspeito "agiu num quadro de revolta e impulsividade", refere em comunicado.

O indivíduo vai ser presente a primeiro interrogatório judicial.

Este ano a Polícia Judiciária já identificou e deteve 58 incendiários.

*com Lusa