segurança

Diana Chaves condenada por apedrejar carro de ex-gestor do marido

Diana Chaves condenada por apedrejar carro de ex-gestor do marido

Diana Chaves foi condenada a uma pena de 120 dias de multa pelo crime de dano, esta quarta-feira de manhã. O Tribunal de Guimarães considerou a atriz culpada de ter atirado uma pedra ao carro do ex-gestor do companheiro, César Peixoto.

Ao que o JN apurou, Diana Chaves vai recorrer da sentença proferida, esta quarta-feira de manhã, no tribunal de Guimarães.A atriz foi condenada a 120 dias de multa, a 60 euros por dia, num total de 7200 euros, por ter apedrejado o carro de Amâncio Alves, ex-gestor do companheiro, o futebolista César Peixoto.

Amâncio Mendes pedia, no âmbito do processo cível, 500 euros de indemnização por danos morais e outro tanto por danos patrimoniais. O tribunal considerou que a seguradora cobriu o prejuízo no carro, condenando Diana Chaves a pagar 500 euros por danos morais. A atriz tem, ainda, de pagar a taxa de justiça, num total de 408 euros.

O caso remonta à noite de 23 de abril de 2011. Segundo a acusação, a atriz ter-se-á deslocado à rua onde Amâncio mora para lhe danificar o carro, partido um vidro com um paralelo e as escovas limpa-vidros. Na justiça, o assistente no processo - que, de 2007 a dezembro de 2008, foi gestor pessoal do futebolista César Peixoto,

Na 1.ª audiência do julgamento, em novembro, Diana Chaves tinha dito ao juiz que a queixa apresentada pelo ex-gestor pessoal do seu companheiro era "vingança".

"Não fiz nada disso e muito menos estive em Guimarães nesse dia. Estava no Porto a trabalhar numa sessão fotográfica", justificou, então, a atriz.