segurança

Fisco apanha Marques Mendes em venda ilegal de ações

Fisco apanha Marques Mendes em venda ilegal de ações

O Fisco detetou vendas ilegais de ações da Isohidra feitas por Marques Mendes e Joaquim Coimbra, em 2010 e 2011, e que terão lesado o Estado em 773 mil euros. As ações foram vendidas por 51 mil euros, mas valiam 60 vezes mais: 3,09 milhões.

Estas contas são de uma ação inspetiva sobre a Isohidra - Sistemas de Energia Renovável, Lda. que a Autoridade Tributária (AT) concluiu há menos de dois meses. Em relatório final, a Direção de Finanças de Viseu impõe duas correções, em montante de 3,09 milhões de euros, à matéria coletável declarada pela Isohidra nos exercícios de 2010 e 2011. E avisa a empresa, sediada em Tondela, que terá de pagar imposto sobre aquele montante. A taxa de IRC, naqueles anos, era de 25%.