tráfico de droga

GNR já recolheu 1500 quilos de haxixe à deriva no rio Guadiana

GNR já recolheu 1500 quilos de haxixe à deriva no rio Guadiana

A GNR encontrou, à deriva no rio Guadiana, perto de 50 fardos de haxixe, num total de quase 1500 quilos. A droga poderá ter sido transportada numa embarcação suspeita proveniente de Espanha, que foi detetada, na noite de quinta-feira para sexta-feira, e encontrada abandonada.

No âmbito de uma ação de patrulhamento, o destacamento de controlo costeiro da GNR detetou no rio Guadiana, junto à Foz de Odeleite, no Algarve, diversos fardos de haxixe.

A GNR continua a patrulhar a área e tem estado a proceder à recolha da carga, com ajuda de meios terrestres e navais.

Na sexta-feira à noite foram recolhidos 40 fardos, com um peso total de 1200 quilos, e nesta manhã de sábado foram detetados mais oito fardos ("peso aproximado de 30 quilos cada"), elevando para cerca de 1500 quilos o total de droga recuperada, segundo Bruno Cordeiro, comandante do destacamento de controlo costeiro da GNR de Olhão.

A droga à deriva poderá estar relacionada com uma embarcação suspeita, que foi detetada na noite de quinta-feira para sexta-feira, a entrar no rio Guadiana, proveniente de Espanha.

O destacamento de controlo costeiro da GNR contactou a Guardia Civil espanhola, que já estava a seguir o caso, tendo a GNR enviado uma embarcação de Vila Real de Santo António para auxiliar na operação.

As autoridades espanholas acabaram por encontrar e apreender a embarcação, um semirrígido com dois motores de 250 cavalos, já abandonada, sem ocupantes no interior, 10 milhas a norte da ponte internacional do Guadiana.

Imobusiness