segurança

Inspetora da PJ suspeita de matar apanhada a roubar

Inspetora da PJ suspeita de matar apanhada a roubar

Um auto da PSP implica a inspetora da PJ, Ana Saltão, suspeita de ter matado com 13 tiros a avó do seu marido, em Coimbra, no furto de uma carteira em Gondomar, mês e meio antes daquele homicídio, em 2012.

O furto da carteira foi cometido numa loja do Centro Comercial Parque Nascente, em Rio Tinto (Gondomar), e veio a ser incluído no relatório da investigação ao brutal homicídio de Filomena Gonçalves, de 80 anos, por a Polícia Judiciária (PJ) de Coimbra o considerar relevante para o Ministério Público traçar o perfil psicológico de Ana Saltão, de 36 anos.

Leia mais na versão e-paper ou na edição impressa.

Conteúdo Patrocinado