segurança

Mãe de Rodrigo Guedes de Carvalho burlada por familiar

Mãe de Rodrigo Guedes de Carvalho burlada por familiar

O Ministério Público do Porto acusou uma sexagenária de burla informática e furto do cartão de Multibanco à mãe do jornalista Rodrigo Guedes de Carvalho, que alegadamente foi lesada em mais de 11.000 euros.

A arguida terá furtado o cartão Multibanco, usando-o para realizar levantamentos e compras de artigos de luxo no valor de 11.183,51 euros, segundo a acusação do Ministério Público do Porto, consultada esta quinta-feira pela agência Lusa.

Os crimes de furto e de burla informática, por que a arguida está acusada, foram facilitados pelas suas relações de parentesco com a vítima - são primas - e "de boa amizade", indica o processo.

Segundo a acusação, essa proximidade fez com que a vítima, que tem problemas de visão, fosse confiando à prima o cartão Multibanco e respectivo código, na altura de pagar as despesas que fazia na sua companhia.

A acusação da 4.ª secção do Departamento de Investigação e Acção Penal indica que a arguida acabou por furtar o cartão à vítima, após pagar a refeição de ambas num restaurante da rua do Bom Sucesso, no Porto, em 17 de Dezembro de 2010.

No mesmo dia, usou-o para fazer dois levantamentos (de 200 euros cada) e para comprar um colete com pele de vison, perfumes e cremes, calçado e luvas.

Os levantamentos e as compras prosseguiram nos três dias seguintes, até que a lesada cancelou o cartão.

A vítima e o marido (co-titular da conta) reclamam de indemnização à arguida igual ao valor global de compras e levantamentos dados por indevidos.

Conteúdo Patrocinado