segurança

Matou marido com tiro e deixou-o nu na cama

Matou marido com tiro e deixou-o nu na cama

Maria Ribeiro, 49 anos, foi detida, esta quinta-feira, pela PJ do Porto, por suspeita de ter assassinado o marido, Elísio, de 52 anos, com um tiro na cabeça, num quadro de violência doméstica. Deixou-o nu na cama.

Terá alegado legítima defesa. Que se assustou quando viu que o marido tinha uma arma e conseguiu agarrá-la, disparando um tiro para a cabeça. O marido ficou logo cadáver, despido, em cima da cama onde, momentos antes, terão tido relações sexuais.

O crime ocorreu num apartamento do empreendimento junto ao shopping Dolce Vita, Porto, onde Elísio Ribeiro foi anteontem encontrado sem vida. Ainda no sábado, a mulher regressou a casa, em Alvarães, Viana do Castelo, e fez de conta que não sabia do marido. Durante cinco dias mentiu à família, que estava em pânico com o desaparecimento do empreiteiro. É esta a tese da Polícia Judiciária que, em menos de 24 horas, conseguiu desvendar o crime e deter Maria Cândida Ribeiro por homicídio. Às autoridades, confessou um ato impulsivo.

Ler mais na versão e-paper ou na edição impressa