segurança

Negociou swaps no TGV que depois comprou para o Estado

Negociou swaps no TGV que depois comprou para o Estado

O secretário de Estado dos Transportes adquiriu, para o Estado, um contrato de financiamento que montou, enquanto gestor privado, para o TGV. Problema: inclui swaps que já custaram 152,9 milhões.

Enquanto administrador do consórcio privado Elos, Sérgio Monteiro negociou e assinou um empréstimo, com contratos swaps associados, para construir o troço da linha de TGV Poceirão-Caia. Já como secretário de Estado das Infraestruturas, Transportes e Comunicações, negociaria a transferência desses swaps para a Parpública, com perdas atuais de 152,9 milhões de euros.

Leia mais na edição e-paper ou na edição impressa