O Jogo ao Vivo

segurança

Mãe andou com o corpo do bebé na mala do carro durante uma semana

Mãe andou com o corpo do bebé na mala do carro durante uma semana

Escondeu a gravidez e quando o bebé nasceu, ao que tudo indica já morto, a militar da Força Aérea meteu-o num saco. Andou com ele uma semana no carro até pedir a um amigo que o queimasse, na Maia.

Sem ter mais ninguém a quem recorrer, a mulher, de 26 anos, solteira, natural de Santa Maria de Avioso, Maia, mas que passava a maior parte do tempo num curso de formação de sargentos, no Montijo, foi ter com um amigo próximo. Com ela trazia um saco do Exército com o recém-nascido, que já estava em estado de putrefação.

Ao amigo disse que era apenas um cadáver de um animal e que tudo não passava de uma praxe do curso militar. Que lhe tinham deixado "aquilo" no carro, quando este estava estacionado no parque da base área do Montijo.

Ler mais na versão e-paper ou na edição impressa

Outras Notícias