segurança

Mulher obrigada a sexo violento ouvida no Tribunal de Famalicão

Mulher obrigada a sexo violento ouvida no Tribunal de Famalicão

A mulher que diz ter sido obrigada a praticar sexo violento com estranhos, sob ameaça de armas por parte do marido, já está no Tribunal de Famalicão, onde, esta terça-feira, é ouvida no âmbito do 'caso das orgias'.

A mulher chegou ao Tribunal de Famalicão, cerca das 09.40 horas, de cabeça coberta e óculos de sol, acompanhada por dois seguranças.

Esta terça-feira, realiza-se a segunda sessão do julgamento, que teve início no passado dia 6 e no qual um empresário de Famalicão é acusado de um crime de violência doméstica, por alegadamente forçar a mulher a participar em orgias sexuais sob ameaça de arma de fogo, e ainda por dois crimes por detenção ilegal de arma.

O arguido, de 47 anos, arrolou como testemunhas neste processo José Castelo Branco e a mulher, Betty Grafstein, que eram amigos do casal. O 'rei do jet-set' ja veio a público negar ter participado em orgias sexuais com o casal de Famalicão.

Outros Artigos Recomendados