GNR

Necessários para este ano 3 milhões de euros para obras em instalações da GNR

Necessários para este ano 3 milhões de euros para obras em instalações da GNR

A GNR necessita este ano de pelo menos três milhões de euros para obras de reabilitação das instalações, e alerta para os "elevados custos" com a manutenção das viaturas, a maioria com mais de 10 anos, indica um documento.

No plano de atividade de 2012, a GNR indica quais as instalações policiais que necessitam este ano de obras de intervenção, sendo necessário para tais reparações pelo menos três milhões de euros.

No documento, disponível na página da Internet, a Guarda Nacional Republicana apresenta "o perfil mínimo de execução para não deixar degradar o parque e responder a algumas necessidades mais prementes".

"Em consequência da implementação da atual Lei Orgânica da GNR, a Guarda, enquanto entidade gestora de um vasto património, cuja dispersão geográfica é um fator que dificulta as medidas de preservação e de manutenção das instalações, têm sido realizadas algumas modificações/reparações para uma melhoria da sua funcionalidade, e, sendo imprescindível a continuidade destas medidas", refere o documento.

Aquela força de segurança salienta também que é necessário a realização de vários trabalhos de conservação dos edifícios onde funciona a estrutura de comando para "garantir a sua modernização e melhorar a sua funcionalidade", bem como trabalhos de reabilitação e modernização em instalações das unidades e dos estabelecimentos de ensino de forma a proporcionar "um ambiente de trabalho mais adequado".

O plano de atividades para este ano destaca igualmente que "as viaturas registam frequentes avarias que as forçam a imobilizações, dando origem a algumas disfunções de todo não desejáveis nos serviços".

A GNR manifesta "uma verdadeira preocupação" com a antiguidade do parque automóvel, que tem "evidentes reflexos no desempenho operacional".

PUB

De acordo com a corporação, parte significativa das viaturas tem mais de 10 anos e "muito elevada quilometragem, o que resulta em elevados custos de manutenção e de conservação que, a todo o tempo e com bastante frequência, são necessários para assegurar as condições de segurança nas deslocações que têm que ser feitas em serviço".

Sublinha que a situação do parque de meios de transporte da GNR, "obriga à manutenção e, se possível, ao incremento das orientações gerais definidas pelo Governo para esta área de atividade, no que concerne à idade das viaturas".

Porém, refere que "qualquer diminuição no ritmo de substituição/aquisição previsto afetará significativamente, o cumprimento" do plano de atividades para 2012.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG