segurança

Novo movimento Luzsec promete divulgar documentos secretos

Novo movimento Luzsec promete divulgar documentos secretos

Um responsável do novo movimento Lusitânia Leaks, com a designação Luzsec, disse ao JN que os ataques programados por esta "equipa de especialistas em informática, programação e redes vão revelar documentos internos que o Governo não quer passar para fora", mas que "nós temos acesso", garantiu.

Ao contrário dos movimentos Lulsec e AntisecPT, que marcaram para esta sexta-feira o ataque, os Luzsec distanciam-se destes movimentos e prometem deixar para amanhã a maioria das suas actividades. Segundo o elemento da Luizsec, o movimento não quer fama, mas antes "elevar a voz do povo".

O movimento de hackers promete não atacar directamente páginas do Governo, mas "outras periféricas" e realizar "defaces" (quando se acede à página, surge uma imagem diferente), que vão incluir documentos, como aconteceu com a página do PS.

Este responsável disse que "nunca tiveram problemas com as autoridades, mas têm uma ideia de como funciona a tentativa de os detectar". Porém, acrescenta, confiam nas suas capacidades, uma vez que são programadores e elaboram os seus próprios programas de ataque.

De uma forma simples, este membro do Luzsec explica que a internet fornece o material A, outra empresa o material B e a junção de A+B dá C, que origina uma forte protecção.