segurança

Padeiro condenado a pagar 315 euros por roubar 70 cêntimos

Padeiro condenado a pagar 315 euros por roubar 70 cêntimos

Um padeiro foi condenado pelo Tribunal de Vila Nova de Gaia por ter roubado 70 cêntimos ao patrão. O homem, de 54 anos, que nega o furto, não foi despedido por ser considerado bom funcionário.

Manuel Carneiro foi alvo, no início do ano passado, de uma queixa-crime por furto e, por isso, o Ministério Público de Gaia elaborou uma acusação, mais tarde validada por um juiz de instrução criminal. O padeiro, de 54 anos, foi agora condenado a uma multa de 315 euros por um furto de 70 cêntimos, considerado provado pelo Tribunal de Gaia.

Mas o caso ainda não acabou: segue agora para a Relação porque o padeiro garante estar inocente. Apesar da queixa e da condenação, Manuel continua a trabalhar para o mesmo patrão, que, ao JN, disse ter um bom funcionário, a quem continua a confiar as chaves de casa.

Leia mais na edição e-paper ou na edição impressa.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG