segurança

PJ apreendeu mais 158 quilos de cocaína da Argentina no porto de Lisboa

PJ apreendeu mais 158 quilos de cocaína da Argentina no porto de Lisboa

A Policia Judiciária apreendeu mais 158 quilos de cocaína provenientes da Argentina, no âmbito de novas diligências da operação que em março levou à detenção de sete homens suspeitos de terem constituído uma empresa falsa de importação de carvão.

A denominada 'operação Patagónia' levou à detenção, em março, de cinco suspeitos em Portugal e dois em Espanha e resulta de uma investigação de seis meses entre a sua Unidade Nacional de Combate ao Tráfico de Estupefacientes em cooperação com as autoridades espanholas.

Segundo a PJ, os sete detidos são suspeitos de pertencer à célula europeia de uma alegada associação criminosa "altamente organizada", de âmbito transcontinental, que se dedicava ao tráfico de cocaína dissimulada na importação de mercadorias (carvão) da Argentina.

PUB

De acordo com a Judiciária, no âmbito de novas diligências de investigação foram detetados mais dois contentores no porto de Lisboa, pertencentes à mesma organização criminosa, contendo no seu interior mais 158 quilos de cocaína.

Junto com os sacos de carvão e a cocaína estavam embalagens exatamente iguais às que continham a droga que, contudo, apresentavam no seu interior madeira ou tijolos, simulando cocaína, num total de 170 quilos.

Estas novas diligências foram acompanhadas por autoridades policiais argentinas e espanholas e por uma equipa cinotécnica da GNR.

A 12 de março, as autoridades portuguesas e espanholas apreenderam 393 quilos de cocaína no interior de contentores oriundos da argentina.

No âmbito desta operação internacional, as autoridades argentinas apreenderam, a 14 de março, 450 quilos de cocaína, avaliados em 19 milhões de euros, destinados a Portugal, em dois contentores no porto de Buenos Aires.

Os cinco detidos em Portugal encontram-se em prisão preventiva.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG