Amarante

Prisão preventiva para dois dos três indiciados por homicídio em Amarante

Prisão preventiva para dois dos três indiciados por homicídio em Amarante

O tribunal do Marco de Canaveses determinou, na noite de quarta-feira, a prisão preventiva para dois dos três homens indiciados por crimes de homicídio qualificado e roubo, com arma de fogo, ocorridos no domingo, em Amarante.

Ao terceiro arguido, o juiz de instrução aplicou como medida de coação a prisão domiciliária com vigilância eletrónica.

Os arguidos estiveram a ser ouvidos pelas autoridades judiciais durante cerca de seis horas.

De acordo com a Polícia Judiciária, os três suspeitos terão "planeado apropriar-se, de forma ilícita e com extrema violência, de produtos estupefacientes que previamente encomendaram à vítima, além de outros bens que esta transportava no veículo automóvel em que seguia".

Segundo aquela a autoridade policial, "durante o encontro em que realizariam a transação de produtos estupefacientes, (no domingo) viria a vítima a ser atingida na zona do pescoço por um tiro de arma de fogo efetuado por um dos suspeitos, provocando-lhe a morte".

A Polícia Judiciária contou com a colaboração da GNR na localização dos suspeitos.

No decurso das diligências, foi apreendida a arma de fogo que terá sido utilizada na prática do crime.

Os detidos têm idades entre os 24 e os 45 anos.