segurança

Seis detidos pela GNR por sequestro e tráfico ficam em preventiva

Seis detidos pela GNR por sequestro e tráfico ficam em preventiva

Os seis indivíduos detidos pela GNR de Almada e envolvidos numa situação de tráfico de droga e sequestro ficaram todos em prisão preventiva, soube o JN junto de fontes desta força militar de segurança.

O sequestro ocorreu num apartamento de Algueirão, Sintra, entre domingo à noite e o início da madrugada de terça-feira, e as vítimas eram um homem e uma mulher, familiares de um suspeito que iria fazer uma entrega de droga a cinco indivíduos, que integravam uma quadrilha internacional. Dois eram portugueses, dois outros de dupla nacionalidade portuguesa e espanhola e uma mulher marroquina.

A GNR de Almada, através do Núcleo de Investigação Criminal, descobriu o sequestro depois de ter intercetado um homem que era transportado num táxi na ponte 25 de Abril, transportando mais de 12 kg de haxixe, destinada aos sequestradores.

A GNR pediu o apoio à PSP de Sintra, uma vez que era a área de competência territorial daquela força, e o GOE foi acionado, libertando as vítimas, que já estavam feridas. Os seis envolvidos foram presentes ao Tribunal de Almada, que lhes determinou a prisão preventiva. Cinco ficaram na cadeia de Setúbal e a mulher marroquina foi conduzida a Tires.