segurança

Tribunal de Londres recusa recurso de Vale e Azevedo contra extradição

Tribunal de Londres recusa recurso de Vale e Azevedo contra extradição

O recurso de João Vale e Azevedo contra o mandado de extradição para Portugal, emitido pelas autoridades portuguesas, foi, esta quarta-feira, recusado pelo Tribunal Superior de Londres.

Vale e Azevedo é objeto de um pedido de extradição, baseado num mandado de detenção europeu emitido pela 4.ª Vara Criminal de Lisboa, depois de fixado o cúmulo jurídico em cinco anos e meio, na sequência de uma sucessão de recursos para o Supremo Tribunal de Justiça (STJ) em 2010 e para o Tribunal Constitucional (TC) este ano.

O cúmulo jurídico foi estabelecido a 25 de maio de 2009 no âmbito dos processos Ovchinnikov/Euroárea (seis anos de prisão em cúmulo), Dantas da Cunha (sete anos e seis meses) e Ribafria (cinco anos).

O ex-presidente do Benfica recorreu para o STJ e para o TC para que lhe fossem retirados três anos aos cinco e meio de prisão efetiva mas não lhe foi dado provimento nas suas diligências.

Outras Notícias