segurança

Viveram três anos à custa de falsas vendas na internet

Viveram três anos à custa de falsas vendas na internet

Durante três anos, dois irmãos e a mulher de um deles burlaram 50 clientes a quem prometiam iPhones, smartphones ou tablets baratos. O trio que está a ser julgado no Porto vivia das burlas.

Foram 50 as vítimas em todo o país que entregaram dinheiro aos dois irmãos, de 24 e 34 anos, e à mulher do mais velho, de 33, naturais de Guimarães e de Oliveira de Azeméis. Nenhum tinha emprego, nem fontes de rendimentos conhecidas. Garante a acusação do Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) do Porto que os arguidos usaram o dinheiro para comer e pagar a renda. Estão acusados de burla qualificada.

O trio acordou colocar anúncios em sites gratuitos da Internet alegando vender telemóveis, iPhones, iPads e tablets, além de outros equipamentos eletrónicos a preços aliciantes, com o objetivo de burlar potenciais compradores.

Ler mais na versão e-paper ou na edição impressa

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG