Sociedade

900 bombeiros combatem sete principais incêndios em Portugal

900 bombeiros combatem sete principais incêndios em Portugal

Cerca de 900 bombeiros e outros operacionais apoiados por 238 viaturas combatiam, pelas 6 horas desta segunda-feira, os sete principais incêndios que lavraram em território nacional, indicam os dados da proteção Civil portuguesa.

Pelas 6 horas, estavam ainda dados como dominados os incêndios na Amadora, Lisboa, que teve duas frentes ativas numa zona de floresta e está a ser combatido por 101 bombeiros apoiados por 28 veículos operacionais, bem como o fogo de Amarante no Porto, numa zona de mato que teve uma frente ativa e está a ser debelado por 34 operacionais apoiados por nove viaturas.

Com grande concentração de meios, que foram sendo reforçados ao longo da noite, mantém o fogo de Feitalinho/Arcozelo das Maias, em Oliveira de Frades, Viseu, que pelas 6 horas tinha 392 operacionais no seu combate, apoiados por 109 viaturas e quando tinha duas frentes ativas numa zona de mato.

Também com elevados meios concentrados no seu combate mantém-se o fogo de São Pedro de Veiga de Lila, Valpaços, distrito de Vila real, que tem uma frente ativa em floresta e está a ser combatido por 238 operacionais apoiados por 59 viaturas.

Com 52 ocorrências de incêndio desde as 00:00 e 10 ativos, a Proteção Civil Portuguesa assinala ainda fogos em Ponte de Lima (Viana do Castelo), Cinfães (Viseu), Peso da Régua e Santa Marta de Penaguião (Vila Real) e Vila Nova de Cerveira (Viana do Castelo).

Outros Artigos Recomendados