Sociedade

Agitação marítima mantém-se até primeira horas de terça-feira

Agitação marítima mantém-se até primeira horas de terça-feira

A agitação marítima forte registada, esta segunda-feira, que deu origem a ondas com 14 metros de altura máxima, deverá manter-se até às primeiras horas de terça-feira, anunciou o Instituto Português do Mar e da Atmosfera.

"A agitação marítima forte que tem dado a origem a ondas que atingiram cerca de 9 metros de altura significativa e 14 metros de altura máxima durante a tarde de hoje, de acordo com a bóia ondógrafo de Leixões irá manter-se com valores semelhantes até às primeiras horas do dia 7 [terça-feira]", refere o IPMA num comunicado divulgado ao final da tarde desta segunda-feira.

O Instituto prevê que na tarde de quarta-feira, dia 8 de janeiro, a "altura significativa das ondas diminua gradualmente para valores entre 4 e 5 metros e a altura máxima para valores entre 5 e 7 metros".

O IPMA colocou dez distritos do continente (Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Coimbra, Leiria, Lisboa, Setúbal, Beja e Faro) sob aviso vermelho, o mais grave de uma escala de quatro, devido à agitação marítima.

No comunicado divulgado esta segunda-feira, o IPMA refere ainda que "a superfície frontal fria que está afetar o território do continente irá manter-se até ao final do dia 7 [terça-feira] originando chuva persistente, em especial na região Centro.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG