Sociedade

Até a Igreja já está a despedir funcionários

Até a Igreja já está a despedir funcionários

A dívida do Estado às instituições da Igreja Católica e a diminuição de donativos e de contribuições está a levar ao encerramento de estruturas e consequente despedimento de pessoas. A situação "é dramática".

Em Bragança, os despedimentos são já uma realidade. O bispo da diocese admitiu que muitas instituições estão a ser reorganizadas e obrigadas a despedir pessoas. O levantamento da situação está ainda a ser feito, mas D. José Cordeiro diz que está a receber pedidos de gente à procura de trabalho, e reconhece que não há capacidade de resposta. "Estamos a canalizar os pedidos para onde é possível", revelou o bispo de Bragança-Miranda.

Leia mais na edição e-paper ou na edição impressa