Sociedade

Bispos expressam "grande preocupação" com cortes nas pensões de sobrevivência

Bispos expressam "grande preocupação" com cortes nas pensões de sobrevivência

Os bispos católicos portugueses expressaram, esta terça-feira, "uma grande preocupação" com o anunciado corte nas pensões de sobrevivência, disse hoje em Fátima o porta-voz da Conferência Episcopal Portuguesa, Manuel Morujão.

"O Governo deve esclarecer o que se passa (...) numa linguagem acessível ao povo comum", exortou o padre no final da reunião do Conselho Permanente da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP), que se realizou em Fátima, esta terça-feira.

Os bispos lembraram também "a ansiedade que as instituições particulares de solidariedade social veem nos possíveis cortes", uma vez que "também vivem das contribuições destas pessoas que têm pensões que não são de luxo".

Por outro lado, o porta-voz da CEP salientou que existe o receio de que as mães e os avós "que estão a ajudar os filhos e netos" neste momento de crise não o possam fazer "caso se verifique a redução em pensões junto das franjas mais pobres" da sociedade.

"Quem nos governa tem a obrigação de ser solidário" e "confiamos que tudo seja esclarecido", afirmou.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG