Sociedade

Cancro da mama mata cinco mulheres por dia

Cancro da mama mata cinco mulheres por dia

A cada dia que passa morrem cinco portuguesas vítimas de cancro da mama. São 1800 por ano. A cada dia que passa são diagnosticados 16 novos casos. São seis mil por ano. A prevenção continua a ser a aposta.

Os casos de cancro da mama não param de aumentar ou os números são uma consequência do alargamento dos programas de rastreio?

"A incidência deste cancro aumentou muito porque há muito mais mulheres a fazerem rastreios. Apesar da mortalidade ainda ser grande, a taxa de sobrevivência é muito maior do que era", afirmou, ao JN, Vítor Veloso, presidente do Núcleo Regional do Porto da Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC), a propósito do dia nacional de prevenção do cancro da mama, que se comemora esta terça-feira.

Ler mais na versão e-paper ou na edição impressa

Outras Notícias