Sociedade

Chamas próximas de casas em Sever do Vouga e em Gondomar

Chamas próximas de casas em Sever do Vouga e em Gondomar

O incêndio no concelho de Sever do Vouga, que pelas 14.15 horas, era o que mobilizava mais meios em Portugal continental, está perto de habitações mas encontra-se quase controlado, segundo o comandante operacional distrital.Em Gondomar, as chamas ameaçam casas e bomba de gasolina, em Covelo.

O segundo comandante distrital, Sérgio Barros, explicou que os bombeiros, em Gondomar, "não estão a combater o incêndio, apenas a proteger pontos sensíveis", existindo "muitas casas em risco e bombas de gasolina".

Sérgio Barros acrescentou, ainda que as chamas, que deflagraram pelas 10 horas, estiveram a ser combatidas por cinco aviões pesados, sendo que três destes foram abastecer-se por volta das 15 horas.

No local onde está instalado o comando operacional existe o pavilhão gimnodesportivo municipal de Covelo e a associação cultural de Leverinho.

António Paiva, que explora o café da associação cultural, disse à Lusa estar muito preocupado porque o fogo está a descer a encosta e a ficar a "meia dúzia de metros de duas garrafas de gás de 90 quilos", que servem o aquecimento do pavilhão.

António Paiva disse que já contactou as autoridades, que dizem estar atentas.

As chamas estão ainda próximas da Lagoa da Lixa e do cais da Marina da Lixa, na Foz do Sousa, em Gondomar.

Pelas 15.24 horas, o incêndio estava a ser combatido por 138 operacionais, apoiados por cinco aviões pesados, um helicóptero e 36 veículos operacionais.

Em Sever do Vouga, José Bismarck explicou que o fogo, que lavra desde as 8 horas deste domingo, na zona de Talhadas estava com três frentes ativas no início da tarde e próximo de habitações.

Segundo o comandante operacional distrital de Aveiro, o fogo "está quase sob controlo", mas as povoações de Talhadas e Silveira ainda se encontram "sob pressão".

No terreno estão mais de 100 bombeiros, apoiados por 35 viaturas e dois aviões bombardeiros.

Pelas 14.15 horas estavam ainda ativos, segundo o 'site' da Autoridade Nacional da Proteção Civil, outros 19 incêndios, sendo o de Talhadas e os que lavram nos concelhos de Vila Nova de Famalicão e Gondomar os mais significativos.