O Jogo ao Vivo

aviação

Chegou a Lisboa voo da TAP oriundo de Maputo com três dias de atraso

Chegou a Lisboa voo da TAP oriundo de Maputo com três dias de atraso

O voo da TAP que devia ter partido, na quinta-feira à noite, de Maputo em direção a Lisboa, mas que foi adiado devido a um problema informático, chegou, domingo à tarde, à capital portuguesa.

Segundo a informação disponível no portal da ANA - Aeroportos de Portugal, o voo TP 3284, que saiu de Maputo de manhã, aterrou no aeroporto da Portela às 18.34 horas, antes do horário previsto (19.00 horas).

Na sexta-feira, fonte oficial da TAP avançou à Lusa que foi detetado um problema técnico no avião que deveria ter feito o voo na quinta-feira, pelo que foi enviado um mecânico de Lisboa para solucionar a questão.

Na altura, a mesma fonte assegurou que, apesar de ser um problema "leve", não existiam em Maputo meios para o resolver, pelo que os passageiros foram instalados em hotéis e o voo foi reprogramado para sair da capital moçambicana em direção a Lisboa, pelas sete da manhã desye domingo

De acordo com o site da TAP, a transportadora aumentou em abril do ano passado a sua oferta de voos para Maputo, tendo reforçado "para as quatro frequências semanais entre Lisboa e a cidade de Maputo como operação base ao longo de todo o período de Verão IATA, e atinge as cinco frequências na estação alta, entre junho e setembro".

Os cinco voos entre Maputo e Lisboa começaram, desde o ano passado, a ser lançados em junho e, em 2013, a capacidade oferecida naquela linha foi reforçada em 33%.

A TAP tem desde outubro 71 voos semanais para destinos africanos, em 10 países e 15 aeroportos, o que consolida a transportadora aérea portuguesa como "grande operador entre Europa e África", segundo o porta-voz da empresa.

PUB

"Completamos assim 10 países em África, 15 aeroportos diferentes - quatro deles em Cabo Verde - e 71 frequências semanais. Comparando com as companhias europeias, é seguramente uma das redes mais expressivas e que consolida a TAP como grande operador entre Europa e África", disse.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG