Sociedade

Concelho de Odemira com duas praias entre as Sete Maravilhas

Concelho de Odemira com duas praias entre as Sete Maravilhas

Vila Nova de Milfontes-Furnas, Zambujeira do Mar, Guincho, Ribeira-Albufeira do Azibo, Lagoa do Fogo, Porto Santo e Odeceixe são os vencedores das "7 Maravilhas - Praias de Portugal".

Segundo informação da organização, na categoria Praias de Rios venceu a de Vila Nova de Milfontes-Furnas e na de Praias Urbanas a escolha recaiu sobre a Zambujeira do Mar. Ambas localizam-se no concelho de Odemira, distrito de Beja.

Na categoria Praias de Arribas foi eleita a de Odeceixe, no concelho de Aljezur, distrito de Faro, na de Praias de Albufeiras e Lagos foi escolhida a Ribeira-Albufeira do Azibo, no concelho de Macedo de Cavaleiros, distrito de Bragança, e na de Praias de Uso Desportivo ganhou a do Guincho, no concelho de Cascais, distrito de Lisboa.

Para as ilhas foram os títulos de Praias de Dunas, atribuído à de Porto Santo, no arquipélago da Madeira, e de Praias Selvagens, entregue à Lagoa do Fogo, no concelho da Ribeira Grande, em São Miguel, nos Açores.

A lista de finalistas, escolhida por um conjunto de 21 personalidades que selecionou três praias por cada categoria, tinha, no mínimo, uma praia de cada uma das dez regiões administrativas do país. A votação encerrou na sexta-feira.

A cerimónia de declaração das Sete Maravilhas - Praias de Portugal, transmitida em direto na RTP1, envolveu quatro meses de pré-produção e 250 profissionais.

O anúncio dos vencedores foi feito, sábado à noite, em Tróia, no decorrer de um espetáculo único a nível mundial, com bailarinos, acrobatas e "performers" a exibirem-se num palco com três mil toneladas de areia totalmente esculpida por 20 escultores internacionais, o mesmo local onde, no final da Declaração Oficial das 7 Maravilhas, a cantora Aurea estreou o novo single.

Composto por sete atos, o espetáculo denominado "A mensagem", mais do que uma celebração do património natural das praias de Portugal, foi um apelo à responsabilidade ambiental. A cerimónia evocou as memórias das descobertas, da ligação de Portugal ao mar, e passou para a atualidade através do imaginário que todos temos da praia ao longo da vida.

Recorde-se que a eleição das 7 Maravilhas - Praias de Portugal centrou-se em três eixos estratégicos: Ambiente, Turismo e Água.

Luís Segadães, presidente das 7 Maravilhas, entende que a mais-valia desta promoção às praias portuguesas é permitir a "criação de rotas turísticas que exploram o melhor que o país tem para oferecer: património histórico, natureza e gastronomia".

Já o secretário de Estado do Mar, Manuel Pinto de Abreu, salienta a importância do concurso no facto de "acentuar a importância do mar num momento em que o atual Governo apostou claramente neste setor, tendo criado um ministério e um gabinete de um secretário de Estado dedicado ao mar".

Portugal tem 2750 km de costa, com 250 km de praias vigiadas e 350 km não vigiadas, que correspondem a 22% do total da costa.