Sociedade

Deputados vão cortar mais de mil freguesias

Deputados vão cortar mais de mil freguesias

Sem que tenha colhido entusiasmo por parte dos municípios - o processo ficou antes marcado por várias polémicas e manifestações - grande parte das novas fronteiras territoriais acabaram por ser desenhadas no gabinete da Unidade Técnica para a Reorganização Administrativa do Território. Os mapas para todo o território continental estão prontos e já seguiram para os deputados da Assembleia da República. É a eles que cabe a última palavra.

Mas, havendo uma maioria parlamentar, não é de prever alterações ao que é proposto pelos técnicos. Por isso, 1165 freguesias deverão ser agregadas, envolvendo mexidas em 230 municípios. Só 48 câmaras ficaram dispensadas de apresentar propostas, por terem quatro ou menos freguesias.

Dos 278 municípios do continente - nos arquipélagos serão as assembleias regionais a decidir -, só 57 apresentaram projetos de agregação de freguesias em conformidade com a lei. A maioria, 153, não se pronunciou ou enviou para a Unidade Técnica propostas de manutenção das atuais freguesias, o que equivale a não pronúncias.

Ler mais na versão e-paper ou na edição impressa

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG