Sociedade

Há mais de 10 mil alunos com fome nas escolas portuguesas

Há mais de 10 mil alunos com fome nas escolas portuguesas

O secretário de Estado do Ensino e Administração Escolar afirmou, esta quinta-feira, que há mais de 10 mil alunos com carências alimentares e que cerca de metade já come pequeno-almoço na escola.

Falando na Comissão Parlamentar de Orçamento, Finanças e Administração Pública, que, esta quinta-feira, discute o Orçamento de Estado para a Educação, João Casanova de Almeida afirmou que 5547 alunos já estão abrangidos pelo Programa Escolar de Reforço Alimentar.

João Casanova de Almeida afirmou que há cerca de 10.800 alunos referenciados como carenciados em 253 agrupamentos escolares em todo o país e que essa informação vai ser passada ao Banco Alimentar contra a Fome.

O objetivo, afirmou, é que também as famílias desses alunos possam ser auxiliadas com comida.

O programa de pequenos-almoços na escola arrancou em maio deste ano como projeto-piloto em 120 escolas, abrangendo cerca de 12 mil alunos e foi alargado no início do ano letivo 2012/2013 à generalidade das escolas que demonstraram ter alunos com necessidades.