Sociedade

Milhares de alunos do Ensino Superior com propinas em atraso

Milhares de alunos do Ensino Superior com propinas em atraso

Está a aumentar o número de alunos com propinas em atraso. Na Universidade do Porto, são 1600 os estudantes em falta. No Minho, segundo números fornecidos pelo próprio reitor, António Cunha, 4000 inscritos têm a fatura por pagar neste momento. Em Coimbra, mil, tantos quantos no Algarve. A dívida dispara na Universidade de Aveiro: 4177, num total de 15000 alunos, o que equivale a 28% do corpo estudantil.

Os únicos dados nacionais existentes, relativos ao ano anterior, foram dados pelo presidente do Conselho de Reitores, António Rendas, que falava em 5% de devedores em meados do ano passado. Atentas ao agravamento das dificuldades das famílias, logo no início do ano letivo, as universidades começaram a lançar modalidades alternativas de pagamento, alargando o tempo das prestações.

Leia mais na edição e-paper ou na edição impressa

ver mais vídeos