Sociedade

Professores de Português fazem balanço positivo da prova do 9.º ano

Professores de Português fazem balanço positivo da prova do 9.º ano

A Associação de Professores de Português fez, esta segunda-feira, um balanço global "muito positivo" da prova de exame de Língua Portuguesa do 9º ano de escolaridade, 1ª fase, chamando contudo a atenção para alguns aspetos pontuais.

Entre esses aspetos está, segundo a direção da APP, a apresentação de um plano minucioso para o texto expositivo (pergunta 9 - Parte C), competência que deveria estar desenvolvida nos alunos e ser objeto de avaliação.

Quanto ao enunciado e os critérios da prova, a APP considera que "não apresentam formulações incorretas ou erros científicos" e estão de acordo com os conhecimentos e competências exigidos no final do 9º ano, abarcando conteúdos, tanto deste ano, como de anos anteriores do mesmo ciclo (7º e 8º ano) e de anos de ciclos anteriores (1º e 2ºCEB).

"A prova inclui acertadamente uma diversidade de textos -- texto não literário expositivo (parte A), texto literário (parte B) e texto dramático de leitura obrigatória (parte C) -- e uma grande diversidade de tipos de perguntas -- perguntas com resposta de escolha múltipla, perguntas abertas, perguntas de desenvolvimento, preenchimento de espaços, perguntas de correspondência e exercícios de associação ou correspondência" - refere a APP.

Para a associação, a prova avalia também uma grande diversidade de conteúdos dos programas -- competência de leitura não literária e de leitura literária, competência de produção escrita breve e longa, competência de reflexão sobre o funcionamento da língua e aquisição de conhecimentos declarativos sobre literatura e gramática.

A época de provas finais e exames nacionais teve hoje início, para mais de 280 mil alunos, com o exame de Português, no secundário, e de Língua Portuguesa, no 3.º Ciclo (9.º ano).

Os exames decorrem este ano obrigatoriamente na primeira chamada, ficando reservado um segundo período para situações excecionais e melhoria de notas.