Sociedade

Ministério da Educação começa a remover amianto das escolas na Páscoa

Ministério da Educação começa a remover amianto das escolas na Páscoa

O Ministério da Educação apresenta, esta sexta-feira, um plano para a retirada das placas de fibrocimento em diversas escolas do país, com as primeiras intervenções programadas para as férias da Páscoa.

O plano é apresentado ao final da manhã pelo secretário de Estado do Ensino e Administração Escolar, João Casanova de Almeida, numa escola em Carnaxide.

O Programa de Remoção do Fibrocimento das Escolas chegou a ser prometido pela anterior ministra, Isabel Alçada, mas não foi concretizado, apesar da insistência dos encarregados de educação e da oposição parlamentar, nomeadamente do Partido Ecologista "Os Verdes".

O protesto mais recente foi protagonizado em Azeitão, Setúbal, em fevereiro.

Encarregados de educação e alunos da escola básica 2-3 local formaram um cordão humano para exigirem a requalificação daquele estabelecimento de ensino, bastante afetado pelo mau tempo, em janeiro.

"Queremos a colocação de monoblocos para que os alunos tenham aulas em condições. O amianto da cobertura de um dos blocos ficou exposto e isso constitui um perigo para todos os que frequentam a escola", disse à Lusa, na altura, a presidente da Associação de Pais, Iolanda Rebelo.