Sociedade

Portugal é o terceiro país europeu com mais tempo dedicado a Formação Cívica

Portugal é o terceiro país europeu com mais tempo dedicado a Formação Cívica

Portugal é o terceiro país da União Europeia que dedica mais tempo de ensino à formação cívica, e um dos que começa mais cedo a ensinar práticas de cidadania aos alunos, indica um estudo europeu.

"A educação para a cidadania é um dos principais meios através dos quais os países europeus ajudam os jovens a adquirir as competências sociais e cívicas necessárias às suas vidas", lê-se nas conclusões do estudo sobre educação para a cidadania da rede europeia de educação Eurídice.

O s dados do estudo permitem concluir que Portugal e França são os únicos países que começam a ensinar formação cívica logo a partir do primeiro ciclo do ensino básico.

No documento refere-se que Portugal, com um tempo estimado de 27 horas por ano de Formação Cívica enquanto disciplina independente no primeiro e segundo ciclos, é o terceiro país da rede Eurydice a dedicar-lhe mais tempo, só superado por França (30 horas no primeiro ciclo e 28 no segundo) e Espanha (35 horas no terceiro ciclo).

Portugal inclui nos currículos de Formação Cívica conteúdos que não são comuns a todos os países da Eurydice, como direitos humanos, segurança rodoviária, igualdade e justiça e educação para o empreendedorismo.

No estudo assinala-se que a Formação Cívica não tem qualquer influência na progressão dos alunos, por não contar para nota, ao contrário do que acontece nos países que lhe dedicam mais tempo letivo (Espanha e França).

Nas conclusões, destaca-se que ensinar aos alunos "conhecimentos, aptidões e atitudes" que lhes permitam ser cidadãos "ativos com capacidade de moldar o futuro das sociedades democráticas europeias" é "um dos principais desafios dos sistemas educativos" neste século.