Sociedade

Retenções aumentam no Básico por causa dos exames

Retenções aumentam no Básico por causa dos exames

A introdução de exames nacionais pode ser a principal explicação para o aumento das taxas de retenção no Ensino Básico desde o ano letivo de 2010/11, invertendo a tendência decrescente do decénio anterior.

O possível impacto da avaliação externa/avaliação como elemento sancionatório é referido por oito dos 12 especialistas ouvidos pelo Conselho Nacional da Educação (CNE) num relatório técnico sobre retenção escolar nos ensinos Básico e Secundário, destacando-se entre as causas da retenção e do recrudescimento das taxas.

A colaboração entre professores e programas de promoção social com projetos vocacionados para o sucesso educativo são as duas principais soluções sugeridas (oito especialistas cada) naquele documento, que suportou a discussão de uma recomendação aprovada na sessão plenária desta segunda-feira do CNE.

PUB

Segundo o documento, em 2013 ficaram retidos 165.645 (12,8%) dos 1.289.957 alunos dos ensinos Básico e Secundário. Confirma-se a subida significativa das taxas no segundo ciclo do Básico, com mais 5,1 pontos percentuais do que em 2011 e mais 2,6 pontos no terceiro.

No segundo ciclo, evidencia-se o 6.º ano de escolaridade, cuja taxa de retenção duplica, passando de 7,4% no ano letivo 2010/11 para 14,8% no de 2012/13, o que coincide com a introdução, naquele ano, das provas finais nacionais de Português e Matemática. No 9.º ano, a taxa subiu de 13,8% para 17,7%.

O relatório salienta que as retenções se iniciam "em níveis educativos muito precoces", logo no 2.º ano de escolaridade - tendo atingido 9,5% dos alunos em 2013 - e que correspondem a um problema cultural no ensino em Portugal.

Sem propor alterações legislativas, os peritos apontam alternativas como o diagnóstico precoce das dificuldades dos alunos e a harmonização do perfil de entrada no primeiro ano de escolaridade com a definição de perfis de risco logo no pré-escolar.

O pré-escolar e os primeiros anos do 1.º ciclo do Ensino Básico são aliás indicados como fase para diagnosticar e intervir precocemente.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG