Sociedade

Situação da Parque Escolar "é crítica"

Situação da Parque Escolar "é crítica"

O ministro da Educação, Nuno Crato, afirmou, esta terça-feira, que a situação financeira da empresa pública Parque Escolar "é crítica" e está "pior do que se supunha".

Falando aos jornalistas à saída de uma audição na Comissão Parlamentar de Educação, Ciência e Cultura, Nuno Crato revelou que já recebeu o relatório preliminar elaborado pela Administração da empresa que tomou posse há cerca de dois meses.

"A situação é crítica e estamos preocupados. Em breve haverá novidades", avançou.

O ministro reconheceu que há "pagamentos em falta" e que o Governo está a fazer "um esforço para que todos sejam regularizados".

"A situação de conjunto não é fácil", reforçou.

Nuno Crato tinha pedido um relatório sobre a situação financeira e de tesouraria da empresa aos novos gestores que nomeou para a empresa encarregada de obras de requalificação de escolas públicas.

Auditorias da Inspeção-Geral de Finanças e do Tribunal de Contas deram já conta de aumentos de custos em relação ao previsto nas obras assumidas pela Parque Escolar.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG