Sociedade

Emigrante português morreu em acidente de trabalho no Panamá

Emigrante português morreu em acidente de trabalho no Panamá

Um emigrante português morreu nas obras do Canal do Panamá. A vítima, Joaquim Manuel Vieira Ferreira Soares, 33 anos, é natural de Tabuado, Marco de Canaveses, tinha emigrado no início do ano, contratado por uma multinacional espanhola.

O operário, especialista em estruturas metálicas e caixilharia, caiu de uma altura de cinco metros arrastado pelo desmoronamento da prancha onde trabalhava. Na queda, a vítima terá sido atingida na cabeça com uma tabua que lhe terá provocado a morte, na terça-feira.

A família, nomeadamente, a viúva anda não sabe quando o corpo será transladado para Portugal. As questões burocráticas estão a ser tratadas por um primo da vítima, Paulo Soares, funcionário da mesma empresa.

Quarta-feira, a multinacional espanhola terá enviado um advogado para ajudar a desbloquear questões jurídicas. A notícia da morte do jovem operário deixou abalada a comunidade daquela freguesia do Marco de Canaveses, visto trata-se de alguém que, até ao dia que emigrou, "tinha uma vida cívica muito ativa, designadamente no Grupo Desportivo de Tabuado", explicou ao JN, Samuel Vieira, amigo da vítima.

Outras Notícias