Sociedade

Empresa oferece prótese para águia sem bico

Empresa oferece prótese para águia sem bico

Uma empresa norte-americana especializada em próteses para humanos concebeu um bico biónico que salvou a vida de uma águia careca, símbolo dos EUA. Quatro anos depois, a ave está novamente em dificuldades.

Chama-se Beauty (Bela), a águia careca que ficou com o bico destroçado por um tiro de um caçador furtivo, em 2005. Foi resgatada pela associação sem fins lucrativos "Aves de rapina do noroeste", no estado de Idaho, nos EUA.

A águia começou por ser alimentada por um tubo e, mais tarde, conforme foi crescendo, passou para alimentos mais sólidos, mas nunca poderia sobreviver na natureza com o bico destroçado.

Após três anos de luta, levando a história a todos os cantos dos EUA, o grupo conseguiu chamar a atenção de Nate Calvin, fundador da empresa de engenharia Kinetic, especializada em próteses biónicas.

Nate abraçou o projeto e encontrou a solução para o calvário de Beauty, ao conceber um bico biónico em polímeros de nylon. Uma equipa de médicos e engenheiros implantou a prótese numa base de titânio colocada no que restou da estrutura do bico original.

O sucesso da operação foi o primeiro passo para o fracasso: a águia recuperou bem, mas, ao crescer, a prótese acabou por ceder e Beauty voltou a ficar com o bico destroçado. Aconteceu em 2009.

Passaram três anos e os voluntários que a salvaram não desistem e continuam à procura da melhor forma de voltar a encaixar a próteses e permitir o regresso de deste símbolo da América à natureza. Enquanto isso, criaram uma estrutura própria que permite a Beauty alimentar-se sozinha.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG