Sociedade

Estudante portuguesa foi encontrada sem vida em Ourense

Estudante portuguesa foi encontrada sem vida em Ourense

A jovem portuguesa desaparecida, há uma semana, em Ourense, foi encontrada morta no rio Minho, de acordo com a Imprensa espanhola que cita fontes policiais. Desconhece-se, para já, a causa da morte.

Os pais de Sandra Marques viajaram, domingo, de Ninho do Açor, Castelo Branco, para Ourense para fazer o reconhecimento do corpo, o que foi feito cerca das 20 horas. A família tinha acabado de chegar de Espanha quando recebeu a informação de que as equipas de busca tinham encontrado o corpo de uma mulher e que as probabilidades de ser a jovem portuguesa eram muito elevadas, contou ao JN uma prima, Ludovina Marcelino.

O corpo foi encontrado no rio Minho, "na mesma zona" onde a estudante desapareceu, em concreto junto à área termal A Chavasqueira, em Ourense, confirmou fonte policial espanhola, em declarações à Lusa. Um dispositivo formado pela Polícia Nacional, Proteção Civil e bombeiros localizou o cadáver pelas 13 horas (menos uma em Portugal) de ontem.

Fontes da Proteção Civil e da Polícia, citadas pela Imprensa espanhola, informaram que tudo indicava que se trata da jovem portuguesa, embora a confirmação oficial só aconteça após o reconhecimento pelos pais, ontem à noite, e com a realização da autópsia, que deverá ocorrer esta segunda-feira, disse ao JN a fonte familiar . Os exames forenses deverão ajudar também a esclarecer as circunstâncias e causas da morte. "Todas as linhas de investigação" estão "em aberto", sublinhou fonte policial.

Segundo a mãe, a jovem estava desaparecida desde a passada segunda-feira, dia em que falaram pela última vez. "Disse-nos que ia jantar a casa de uma colega e que depois falávamos. A partir daí, não sabemos de mais nada", afirmou à Lusa Maria Marques. Segundo as colegas, a jovem saiu de casa deixando todos os seus pertences intactos.

Desde que foi dada como desaparecida, as autoridades espanholas lançaram uma vasta operação para localizar a jovem de Castelo Branco. Batido todo o terreno sem resultados, as operações centraram-se na zona junto ao rio, onde hoje o corpo acabou por ser encontrado.

Desanimada com estágio

PUB

A jovem portuguesa partilhava, com mais três estudantes espanholas, uma casa em Ourense. O regresso a Portugal estava previsto para o dia 25 de março, altura em que terminava o estágio de seis meses do programa Erasmus que estava a fazer.

Segundo a mãe, Sandra estaria "um pouco desanimada" e "queria desistir do estágio" que se encontrava a realizar numa fundação espanhola.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG