Sociedade

Estudantes recebem 30 euros para ver pornografia

Estudantes recebem 30 euros para ver pornografia

O SexLab, Laboratório de Investigação em Sexualidade Humana, sediado na Universidade de Aveiro, oferece 30 euros em vale de compras aos 60 estudantes universitários que aceitem participar num estudo pioneiro sobre disfunção eréctil.

Os candidatos têm de ver filmes pornográficos, durante os quais a erecção será avaliada através de um aparelho (ver ficha), e no intervalo dos filmes responder a questões que permitam aos investigadores "identificar os factores de risco psicológico que contribuem para a disfunção eréctil", refere Pedro Nobre, psicólogo clínico e coordenador do SexLab.

Ler mais na versão e-paper ou na edição impressa

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG