Jogos sociais e lotarias

Euromilhões com dois sorteios semanais a partir de Maio

Euromilhões com dois sorteios semanais a partir de Maio

A partir de Maio, o Euromilhões vai passar a ter dois sorteios por semana e no Totoloto haverá um Número da Sorte. As novidades foram anunciadas, quinta-feira, pelo Governo e visam a dinamização dos jogos sociais.

Sete anos decorridos da exploração do jogo campeão de apostas em nove países europeus, está a ser preparada uma inovação com que se pretende cativar mais jogadores.

O Conselho de Ministros aprovou uma alteração ao regulamento do Euromilhões que permite ao Departamento de Jogos da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa a realização de dois sorteios semanais. Não se sabe, para já, em que dias serão efectuadas as extracções nem outros pormenores relativos aos concursos, informou fonte da Santa Casa.

O mesmo decreto-lei altera o funcionamento do fundo que garante o primeiro prémio do Totoloto e introduz uma nova categoria de prémios nesse jogo - o Número da Sorte - solicitada pela Santa Casa. O boletim do Totoloto passará a ter uma grelha composta por 13 números (de 1 a 13) da qual o apostador escolhe um. Se esse for o número sorteado, o jogador recebe o valor da aposta.

Outra novidade introduzida pelo diploma aprovado pelo Governo é que o Ministério da Cultura passará a receber, através do Fundo de Fomento Cultural, 3,5% do valor dos resultados líquidos de exploração dos jogos sociais. Os principais beneficiários das receitas dos jogos sociais são a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, que fica com 28% dos valores líquidos, o Ministério do Trabalho e da Solidariedade Social, que recebe 32% das receitas para posterior distribuição por instituições e programas sociais, e o Ministério da Saúde, que tem direito a 16% das verbas.

O grande sucesso do Euromilhões - apesar de a probabilidade de se acertar na chave vencedora ser de uma em 72 milhões - teve como efeito canibalizar outros jogos sociais, nomeadamente o Totoloto e o Loto 2. A introdução do Número da Sorte é uma tentativa de revitalizar o jogo.

Logo nas primeiras semanas deste ano, foram entregues dois jackpots a apostadores de Mogadouro e Mondim de Basto. As estatísticas não enganam: a existência de jackpots faz disparar as apostas. A continuar assim, 2011 vai ser um excelente ano para o Euromilhões, prevê a Santa Casa. No ano passado, até Outubro, tinha havido 21 jackpots.

Apesar da crise, o volume de apostas do Euromilhões cresceu residualmente no ano passado e representa 65% do total de receitas dos jogos sociais, de acordo com a Santa Casa.