Sociedade

Ex-dirigentes políticos mundiais alertam para crise da água

Ex-dirigentes políticos mundiais alertam para crise da água

Vinte ex-dirigentes políticos mundiais, incluindo o antigo presidente norte-americano Bill Clinton, alertaram hoje para uma "crise da água" e lançaram um apelo a favor de uma "ética internacional".

Os membros do Conselho InterAction, designadamente Bill Clinton e os antigos presidentes mexicanos Vicente Fox e Ernesto Zedillo, o ex-primeiro-ministro japonês Yasuo Fukuda e o ex-chanceler austríaco Franz Vranitsky, defenderam no Quebeque que "a liderança internacional em matéria de água é virtualmente inexistente" e anunciaram a criação de um "painel" para suprimir a lacuna.

No final de uma reunião de três dias, os antigos dirigentes políticos dirigiram 21 recomendações aos actuais líderes, exigindo em particular que "a água seja um assunto da ordem do dia da política mundial".

Segundo a agência AFP, os membros do Conselho InterAction propõem que o "direito à água" seja imposto por lei.

Outras Notícias